Felicidade ou Estresse: Qual a sua escolha?

 

 

Alcançar as metas no trabalho, ter um bom rendimento nos estudos, ser presente na roda de amigos, dar atenção e cuidar da família e dos animais de estimação, ter uma alimentação consciente, realizar atividades físicas e ainda ter tempo descansar… Tudo isso parece uma missão impossível, principalmente quando temos que nos manter saudáveis e ativos.

 

Por muitas das vezes, as inúmeras cobranças e doses diárias de preocupação podem fazer com que o nosso corpo entre em colapso, e seja acometido pelos sintomas do estresse. Muitas pessoas não sabem, mas existem dois tipos de estresse, o estresse do bem, chamado eustress, aquele que motiva a nossa produtividade e nos mantém animado e o distress, o vilão que gera angústia, insônia e depressão. Esse tipo de estresse prejudica nossa saúde mental e física, nos deixando vulneráveis a outras doenças, podendo levar a morte.

  

O que é Estresse?

O pesquisador médico, Hans Seyle, criou o termo "estresse" em 1936 como "a resposta não específica do corpo a qualquer demanda de mudança" . Isso significa que o  estresse é sua reação a algo (o estressor) que ameaça para interromper seu equilíbrio interno (homeostase).

 

Segundo o médico especializado em medicina integrativa, performance e emagrecimento Doutor Doc, o distress acontece quando as situações preocupantes do dia a dia fazem o organismo liberar mediadores químicos na corrente sanguínea, e isso deixa o corpo constantemente em alerta, causando o estresse crônico.

 

A pesquisa anual de stress da Associação Americana de Psicologia descobriu que cerca de 25% dos americanos classificaram seu nível de estresse como 8 ou mais em uma escala de 10 pontos, enquanto outros 50% classificaram o deles entre 4 e 7. De acordo com o Brain Research Institute, cerca de 75% dos as pessoas que recentemente pesquisaram regularmente experimentam sintomas físicos e psicológicos atribuídos ao estresse. A fadiga, a irritabilidade, a insônia, os distúrbios digestivos, a ansiedade e a concentração de problemas estavam entre as queixas mais comuns.

 

Sintomas do distress
 

Os sintomas comportamentais do distress incluem comer em excesso, perda de apetite, beber, fumar e mecanismos de enfrentamento negativo. Ou seja, as pessoas ficam negativas, desestimuladas e acovardadas em situações simples de serem solucionadas. E muitas vezes causa a síndrome do intestino irritável (IBS) e/ou a enxaqueca.

 

Consequências do distress:

 

Um estudo realizado por Harvard Women's Health Watch indica que o estresse e a ansiedade provocam a queda de imunidade no organismo e por isso agravam várias doenças físicas crônicas, incluindo doenças cardíacas, distúrbios respiratórios crônicos e condições gastrointestinais.

 

Quando as pessoas com esses transtornos têm o estresse e a ansiedade não tratada, a própria doença é mais difícil de tratar, seus sintomas físicos muitas vezes se tornam pior e, em alguns casos, morrem mais cedo.

 

O estresse aumenta a pressão arterial e os riscos de infarto e também gera algumas doenças de pele. As doenças são agravadas graças às grandes quantidades de neurotransmissores e neuropeptídeos que transitam pelo corpo, aumentando as complicações e piorando os sintomas.

 

Algumas pessoas sofrem do Transtorno de estresse pós-traumático (TEPT), e revivendo uma intensa ameaça física ou emocional ou lesão (por exemplo, abuso infantil, combate ou terremoto) em sonhos vivos, flashbacks ou memórias atormentadas. Outros sintomas incluem dificuldade em dormir ou concentrar-se, explosões de raiva, retirada emocional e uma resposta de assalto aumentada.

 

Outras doenças também podem vir a tona como a fobia, o TOC  e o transtorno de pânico, afetando diretamente a rotina, e a vida social da vítima. Muitas das vezes o ganho peso, o baixo rendimento no trabalho e nas atividades físicas e a desmotivação para a vida social sao os primeiros indícios do estresse crônico. 

 

Como vencer o distress

Doutor Doc explica que compreender e tratar o estresse pode melhorar o resultado da doença crônica. E esse tratamento deve ser elaborado por um médico especializado em reposição hormonal. Pois, o corpo humano depende de hormônios responsáveis como cada ação, como por exemplo, energia, qualidade do sono e vitalidade.

  

Estudos americanos afirmam que que cerca de 30% das pessoas com transtornos de estresse e  ansiedade não identificam e não tratam esse problema. Se você acha que faz parte dessa categoria esteja aberto a considerar o estresse e a ansiedade como a causa raiz de seus sintomas físicos inexplicados. Tenha em mente que todos os sintomas são reais e tratáveis, quer sejam originários do corpo ou do cérebro.

A Premium Life possui programas personalizados para combater o estresse. Com o tratamento Premium você recebe o soro composto por vitaminas e minerais que estão em carência no seu organismo. Com isso, o sistema do seu corpo passa a trabalhar alinhadamente, gerando bem estar e energia em todas as suas atividades, aliviando o estresse e sua vida corrida e agitada.

Conte com o tratamento da Premium Life para alcançar sua melhor versão.

Aproveite e baixe gratuitamente o E-book de Vida Premium 'Felicidade ou Estresse: qual é a sua escolha?' e fique por dentro de informações e dicas essenciais para combatê-lo e viver de bem com a vida.

FALE CONOSCO

WhatsApp: (48) 98853-5845

REDES SOCIAIS:

  • Facebook - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • Instagram - White Circle

© 2017 por PREMIUM LIFE. Todos os direitos reservados.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now